A função da segurança cibernética nos negócios

Conectado ao avanço tecnológico, a cibersegurança, ou segurança cibernética, deve crescer e se tornar uma área essencial nos próximos anos. De acordo com um levantamento realizado pela SurfShark, empresa especializada em detecção de vazamento de dados, o Brasil foi o sexto país no ranking com maior número de ataques a dados pessoais em 2021, com 24,19 milhões de usuários violados. Por conta do crescimento de ataques cibernéticos, a segurança cibernética inclui práticas que protegem as informações geradas em computadores, dispositivos móveis, sistemas eletrônicos, redes e demais plataformas, buscando reduzir e anular qualquer violação à confidencialidade, integridade ou dados que possam prejudicar pessoas e organizações. Com a presença de soluções tecnológicas em grandes empresas, a proteção de dados também se torna um fator importante, essas organizações não podem correr o risco de suas informações serem vazadas ou violadas, com isso, novas áreas estão surgindo nos meios corporativos e os CISOs (Chief Information Security Officer) atuam para buscar soluções de segurança de dados para essas empresas. Essas estratégias também fazem parte dos avanços tecnológicos adquiridos pelas empresas e devem atuar em conjunto com a área da tecnologia da informação, permitindo que inovação e segurança caminhem juntas. Dessa maneira, essas ferramentas se adaptam aos novos conceitos que estão surgindo de acordo com os avanços tecnológicos. Com cada vez mais medidas de segurança surgindo, os ataques também estão se alterando e passando por modificações acompanhando essa tendência. As ameaças são observadas por instituições públicas e privadas, para que tenham medidas cabíveis para cada crime cometido, por meio dessa constante suspeita, foi apresentado pelo Governo Federal a Estratégia Nacional de Segurança Cibernética (E-Ciber), que orienta a sociedade brasileira as principais ações do Governo, nas áreas de segurança cibernética e servindo como manual para o uso do espaço cibernético no país. É preciso planejar as estratégias previamente para que empresas não sofram nenhum tipo de ataque e se tornem reféns da tecnologia, para isso contar com serviços tecnológicos especializados e que contribuem com medidas de segurança é u
  • Acessos 197